A festa da fé

Procissão do Mártir S. Sebastião saiu à rua

As Festas do Mártir S. Sebastião chegaram ao fim. Foi dia de festa mas também de devoção e começou com a Eucaristia Solene, na Igreja Matriz, celebrada pelo pároco de Matosinhos, o padre Emanuel Brandão, e que contou com a participação do Coro Paroquial de Matosinhos.

À tarde, realizou-se o momento mais aguardado das festas - a procissão em honra do Mártir S. Sebastião, composta por anjinhos e andores, entre os quais o do padroeiro dos pescadores, e liderada pela fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Leixões e pela Banda Musical S. Vicente de Alfena (Valongo).

Depois de sair da igreja, a procissão seguiu em direção à Lota do Pescado, percorrendo várias artérias da cidade. Presentes estiveram a presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Luísa Salgueiro, a Presidente da Assembleia Municipal, Palmira Macedo, o vice-presidente da autarquia, Calos Mouta, o presidente da união das freguesias de Matosinhos e Leça da Palmeira, Paulo Carvalho, o pároco de Matosinhos, Emanuel Brandão, o presidente da comissão de festas, Francisco Ramos Pereira, entre outras personalidades.

A procissão seguiu pela avenida D. Afonso Henriques, avenida da República, avenida Serpa Pinto, rua 1.º de Dezembro, rua Heróis de França e Lota do Pescado, palco da sempre emocionante bênção do mar. No regresso à Igreja Matriz, passou pela rua Conde S. Salvador, rua Álvaro Castelões, rua do Godinho e avenida D. Afonso Henriques.

Os pescadores exprimem ao seu santo padroeiro toda a sua devoção e pedem-lhe um mar farto e seguro, engalanando os seus barcos para que sejam benzidos, juntamente com o mar, num momento marcado pela fé e emoção.

As Festas do Mártir S. Sebastião prosseguiram com o espetáculo com a Banda Horyza.