top of page

Apoio de 125€ de António Costa chega hoje a 500 mil beneficiários

O apoio que visa compensar o impacto do aumento dos preços, não chegará a todas as contas ao mesmo tempo. Os pagamentos serão faseados e irão ser processadas cerca de 500 mil transferências por dia


Segundo o Ministro das Finanças, Fernando Medina, estima-se que dez dias serão suficientes para concluir a primeira fase de pagamentos. O apoio será entregue a cerca de 5,8 milhões de portugueses, o que irá ter um custo de cerca de 730 milhões de euros para os cofres do estado.

A medida destina-se à maior parte da população, apenas quem tem rendimentos superiores a 2 700€ brutos mensais estará excluído desta medida.

Conheça todos os grupos de beneficiários abaixo:

  • Pessoas com rendimento anual no IRS inferior a 37800€ por ano

  • Pessoas isentas de entregar IRS por baixos rendimentos (caso receba menos de 8500€/ano está dispensado de entregar a declaração de IRS);

  • Desempregados (inscritos no IEFP e/ou Segurança Social)

  • Beneficiários do RSI (Rendimento Social de Inserção) ou da Prestação Social de Inclusão;

  • Cidadãos que recebam subsídios de doença

  • Beneficiários do Complemento Solidário para Idosos

Os pagamentos estão a ser feito por transferência bancária. Se detetar que não tem o seu IBAN registado no portal das finanças, tem até fevereiro de 2023 para o fazer e, ainda assim ser abrangido pela medida.

bottom of page