top of page

Câmara de Matosinhos oferece Cultura para todos os gostos

Design, pintura, escultura, fotografia e memórias documentais para ver em Matosinhos


Se não visitou em 2022, aproveite o ano de 2023, que agora se iniciou, para visitar algumas das exposições que a Câmara de Matosinhos preparou para si, com entrada livre ou a um valor simbólico. Até 12 de fevereiro, visite a Casa do Design de Matosinhos e aproveite para ver a exposição retrospetiva “João Carlos”, dedicada a João Carlos Celestino Gomes, cuja atividade de ilustrador e designer se desenvolveu desde os anos vinte até à sua morte, em 1961. A exposição tem curadoria do designer Jorge Silva e exibe um total de 111 peças que abrangem impressões em painéis e vitrines, livros, revistas e folhetos. A entrada é livre. O horário de visitas é de segunda a sexta das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30; aos sábados, domingos e feriados das 15h00 às 18h00. Se gosta de pintura, dirija-se ao Museu Quinta de Santiago, em Leça da Palmeira. Até 26 de fevereiro, tem a oportunidade de ver a exposição “António Carneiro. O poeta com pincéis”, inserida na evocação do 150º aniversário do artista. São 70 obras, objetos e documentos, parte deles inéditos ou quase desconhecidos, do único pintor simbolista português. As duas versões da obra mais icónica do pintor António Carneiro - “Ecce-Homo”, o conhecido autorretrato de 1918 de António Carneiro, a obra “Menina do gato”, são algumas das criações que podem ser apreciadas. O valor da entrada é de apenas 1 euro. Pode visitar de terça a sexta-feira, das 10h00 às 13h00 e das 15h00 às 18h00, e aos sábados, domingos e feriados, entre as 15h00 e 18h00. Já o Museu da Memória de Matosinhos apresenta duas exposições que vale a pena conhecer. Até 19 março, está patente a exposição, na Sala Viagem pela Memória, “Romagem de Saudade”. Consiste numa mostra de materialidades e memórias vividas e contadas acerca do naufrágio de 1947, que vitimou 152 pescadores. Outra das exposições que pode visitar ao longo deste ano é “Matosinhos, Lugar e Memória”, centrada nas memórias fotográficas e no diálogo entre a dualidade passado/presente de alguns apontamentos da paisagem urbana e industrial de Matosinhos e Leça da Palmeira, nos últimos 25 anos, pela lente do fotógrafo italiano Gabriele Basilico e do designer Nuno Leal. O valor da entrada é 1 euro e inclui a visita às exposições permanente e temporária. O horário é de terça a sexta-feira, das 10h00 às 13h00 e das 15h00 às 18h00. Aos sábados, domingos e feriados, é das 10h00 às 13h00 e das 15h00 às 18h00. Por sua vez, na Galeria Municipal de Matosinhos, até 23 de abril, está patente “Linhas de Vento” Percursos artísticos na natureza – Obras da coleção de Serralves. Trata-se de uma exposição de escultura, instalação, pintura, com obras, entre outros, dos artistas Alberto Carneiro, Ana Jotta, Maria Nordman e Richard Long. A entrada é livre. Pode visitar de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30, e aos sábados, domingos e feriados, das 15h00 às 18h00.

Comments


bottom of page