top of page

Campanha “Viajar sem pressa” já arrancou

Integrada no Plano Nacional de Fiscalização de 2023, a Campanha “Viajar sem pressa” iniciou esta terça-feira, dia 31 de janeiro



Uma medida de segurança rodoviária que visa “alertar os condutores para os riscos da condução em excesso de velocidade” e resulta da colaboração entre a Guarda Nacional Republicana (GNR), a Polícia de Segurança Pública (PSP) e a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

Esta ação acontece até 6 de fevereiro, e conta não só com várias operações de fiscalização, executadas pela GNR e pela PSP “com especial incidência em vias e acessos com elevado fluxo rodoviário”, assim como ações de sensibilização por parte da ANSR. Porto, Póvoa de Varzim, Braga, Lisboa e Seixal, são algumas das localidades abrangidas por esta campanha.

“Num atropelamento, a probabilidade de existirem vítimas mortais aumenta em função da velocidade a que circulam os veículos. Se um veículo circular a 30 km/h, a probabilidade das consequências de um atropelamento serem mortais é de 10%. Aumentando a velocidade para 50 km/h, a probabilidade passa a ser de 80%”, lê-se no comunicado oficial enviado à VIVA!.

As autoridades informam, ainda, que “esta é uma das principais causas dos acidentes nas estradas e é responsável por mais de 60% das infrações registadas”, sendo que “podem ser evitadas através da adoção de comportamentos seguros na estrada”.

Comments


bottom of page