Exposição de Trajes Típicos

Na Galeria da Biblioteca Municipal Florbela Espanca até 29 de outubro


A exposição “Nas margens do Leça” abriu ontem portas na Galeria da Biblioteca Municipal Florbela Espanca. Composta por cerca de 30 trajes pertences ao Rancho Típico da Amorosa, a mostra apresenta trajes de trabalho, ligados sobretudo à lavoura, trajes Domingueiros e de Romaria, trajes de luxo, trajes burgueses e ingleses, bem como um núcleo dedicado à roupa interior da época. Acessórios de vestuário, como sombrinhas, chapéus e cartolas, lenços, sapatos ou socas poderão também ser contemplados. Refira-se que os tipos de traje de final de oitocentos não seriam muito díspares de região para região, pois o linho, a lã, o algodão ou a estopa usavam-se de norte a sul do país. Porém, fatores como o clima, a região geográfica, as tradições locais e o estrato social, influenciavam naturalmente o modo de trajar. A inauguração do certame incluiu a apresentação de trajes ao vivo, por elementos do Rancho Típico da Amorosa. Recorde-se que o Rancho Típico da Amorosa foi fundado no lugar da Amorosa, Leça da Palmeira, em 1935. Desde sempre tem procurado a salvaguarda do Património Imaterial da Humanidade, levando o nome de Leça da Palmeira, juntamente com os seus costumes e tradições, aos quatro cantos do mundo, como atestam as inúmeras participações de norte a sul do país, em toda a Europa, na Ásia e na América Latina. O Rancho Típico da Amorosa é organizador do FESTARTE - Festival Internacional de Artes e Tradições Populares de Matosinhos, festival CIOFF (uma ONG que goza de estatuto B junto da UNESCO). É também sócio fundador da Federação do Folclore Português e tem sido ao longo dos anos distinguido por diversos órgãos públicos e privados, pelo seu mérito e serviço à cultura popular portuguesa. A exposição “Nas margens do Leça” pode ser visitada até ao próximo dia 29 de outubro entre as 09h e as 19h de segunda a sexta e aos sábados entre as 09h e as 12h30 e as 13h30 e as 17h30. Aos domingos está encerrada.