top of page

Filme português na corrida aos “Óscares” da animação

Um filme que explora o laço familiar entre pai e filho de forma única, assim é “Ice Merchants”, a obra portuguesa que está indicada na categoria “Melhor curta-metragem” dos prémios Annie, considerados os “Óscares da animação”



A curta-metragem em causa é da autoria de João Gonzalez, natural do Porto, que, no ano passado, se tornou o “primeiro realizador português de animação a ser premiado no Festival de Cannes”, recorda a biografia disponível na Agência Curtas/Agência da Curta-Metragem.

Importante referir que nesta corrida estão também “Black Slide”, do israelita Uri Lotan, “Amok”, do húngaro Balázs Turai e “The Flying Sailor”, das canadianas Amanda Forbis e Wendy Tilby, e “Love, Dad”, da checa Diana Cam Van Nguyen.

“Turning Red — Estranhamente Vermelho”, da Pixar Animation Studios, “Pinóquio de Guillermo del Toro”, da Netflix, “O Gato das Botas: O Último Desejo”, da Dreamworks, “The Sea Beast”, da Netflix, e “Wendell & Wild”, uma criação para a Netflix nascida de uma colaboração da Monkeypaw e Gotham, são os nomeados para a categoria de Melhor Filme.

A cerimónia de entrega dos prémios terá lugar em Los Angeles a 25 de fevereiro.

Veja o trailer aqui:



bottom of page