top of page

“Ice Merchants” não trouxe o Óscar para Portugal

“Ice Merchants”, a curta-metragem do realizador portuense João Gonzalez, estava nomeada para os Óscares, na categoria de “Melhor Curta-Metragem de Animação”, mas, não foi desta que a estatueta dourada veio para Portugal



A obra premiada nesta categoria foi “The Boy, the Mole, the Fox, and the Horse”, de Peter Baynton e Charlie Mackesy.

No final da cerimónia da Academia, João Gonzalez fez-se acompanhar de Bruno Caetano, produtor da obra nomeada, num comunicado em vídeo para os meios de comunicação sociais, com um profundo agradecimento aos portugueses. “Irem à sala de cinema e verem o filme é um prémio muito mais importante para nós. O melhor prémio que nos podiam dar”, afirma o realizador. “Metemos o pézinho na água, que venham os próximos e mergulhem dentro destas águas”, diz Bruno Caetano, incentivando os artistas portugueses. “Não ficamos com o troféu, mas podem ver pela nossa cara, estamos muito felizes”, constatam os responsáveis de “Ice Merchants”.

Também Pedro Adão e Silva, Ministro da Cultura, manifestou o seu entusiasmo pela conquista do realizador portuense. “Hoje é um dia muito feliz para o cinema português. Parabéns ao João Gonzalez e à sua equipa, que com tenacidade, ambição e rasgo, criaram um filme comovente, que levará muitas pessoas a descobrir a capacidade singular do cinema de animação para tratar de temas complexos e adultos”, lê-se no Twitter oficial do governante. “Os Óscares são um começo, não são um fim”, conclui.

Recorde-se que “Ice Merchants” foi premiada anteriormente na 75.ª edição do Festival de Cannes, no Festival Internacional de Cinema de Melbourne e recebeu, ainda, o prémio de melhor curta-metragem nos “Annie Awards”, em Los Angeles, os mais importantes prémios americanos do cinema de animação.

Relativamente à cerimónia da Academia, nas restantes categorias, o Óscar de Melhor filme foi para a comédia de ficção científica “Tudo em Todo o Lado ao Mesmo Tempo” que também arrecadou o prémio de Melhor Argumento Original; Brendan Fraser foi premiado com o Óscar de Melhor Ator, o seu primeiro Óscar numa carreira atribulada, com a sua participação no filme “A Baleia”; Daniel Kwan e Daniel Scheinert levaram o Óscar de Melhor Realizador pela obra galardoada com o título de melhor filme; pelo mesmo trabalho foram premiadas as atrizes Michelle Yeoh com o Óscar de Melhor Atriz e Jamie Lee Curtis no papel secundário; também Ke Huy Quan conseguiu o Óscar de Melhor Ator Secundário com a sua interpretação no filme “Tudo em Todo o Lado ao Mesmo Tempo”; o Óscar de Melhor Argumento adaptado foi para o drama “A Voz Das Mulheres”.

Pode consultar a lista completa dos premiados aqui.

Comments


bottom of page