top of page

INDAQUA Matosinhos é responsável por um terço da energia produzida na rede em baixa do setor

Através de painéis fotovoltaicos e de biogás, a INDAQUA Matosinhos produz anualmente 3,7 milhões de kWh. Esta energia faz com que 52% da operação da empresa seja autossuficiente e assegurada de forma 100% verde.


Todo o setor em baixa do abastecimento de água e das águas residuais produz pouco mais de 12 milhões quilowatts-hora (kWh), ao longo de um ano, de acordo com dados de 2021, os últimos disponibilizados pelo regulador (ERSAR). Já em 2022, a INDAQUA Matosinhos assegurava quase um terço desta energia, a partir de fontes 100% renováveis.

Também em 2022, a INDAQUA Matosinhos produziu mais de 3,7 milhões de kWh, evitando a emissão de 957 toneladas de CO2 para a atmosfera.

A produção de energia é feita de duas formas. Por um lado, através de 1.046 painéis fotovoltaicos instalados em nove instalações, como a Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR), Estações Elevatórias de Águas Residuais e Reservatórios de água. Por outro lado, a ETAR de Matosinhos tem ainda capacidade para aproveitar o biogás, produzido a partir das lamas geradas no processo de tratamento de águas residuais, para a produção de eletricidade.

A energia produzida é utilizada na própria operação da INDAQUA Matosinhos, que já era 52% autossuficiente, em 2022. Cinco anos antes, em 2017, esta percentagem era de apenas 1%.

Na média das empresas do Grupo INDAQUA que têm produção de energia a autossuficiência chegava aos 21% em 2022.

“A eficiência é uma prioridade para todo o Grupo INDAQUA, pelo que estendê-la à vertente energética tem sido também um objetivo, que conheceu importantes avanços nos últimos anos”, explica Tiago Fragata, Diretor Geral da INDAQUA Matosinhos. “A ETAR de Matosinhos tem sido uma infraestrutura-chave neste desígnio energético da INDAQUA. Sendo uma das maiores ETAR do país, permite a instalação de um grande número de painéis fotovoltaicos, para além da produção de biogás”, acrescenta.

O Grupo INDAQUA tem instalados, no total das suas empresas, perto de dois mil painéis fotovoltaicos.

Comments


bottom of page