Investigadores do Porto trabalham num sistema de dessalinização da água do mar

A ideia é contribuir para a resolução da crise hídrica que assola o país.



Um grupo de investigadores do Instituto de Ciência e Inovação em Engenharia Mecânica e Engenharia Industrial (INEGI), no Porto, desenvolveu este ano um sistema de dessalinização que é acionado por energia solar térmica para transformar água do mar em água potável.

Os cientistas ainda estão a recolher dados para provar a viabilidade da tecnologia, anunciada em fevereiro, mas o protótipo encontra-se praticamente finalizado, avança o Jornal Económico (JE) o investigador Szabolcs Varga, responsável pelo projeto. Os ensaios com este piloto deverão ficar concluídos no verão de 2023, apesar dos atrasos pela falta de matérias-primas e subida da inflação.

“A construção sofreu vários atrasos devido à necessidade de desenvolver vários componentes não existentes no mercado e à escassez de materiais com cabimento no orçamento disponível. Quando o financiamento foi atribuído, antes da pandemia, os custos previstos da construção do protótipo eram muito diferentes dos atuais. O progresso está dependente do ritmo em que conseguimos obter as verbas adicionais para avançar”, explicou o responsável pelo projeto.