top of page

Município dá respostas e apoios ao combate à toxicodependência

Acompanhamento de 135 pessoas nos primeiros seis meses do ano


Nos últimos 20 anos, o Município de Matosinhos tem vindo a implementar um conjunto de respostas na área da toxicodependência. Os projetos de intervenção, desenvolvidos em articulação com várias entidades, incidem na prevenção, tratamento, redução de riscos e reinserção. Um dos projetos em vigor é o Novas Metas. Desenvolvido pela ADEIMA – Associação para o Desenvolvimento Integrado de Matosinhos e cofinanciado pela Câmara Municipal e pelo SICAD – Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e Dependências – este projeto responde às necessidades da população consumidora de substâncias psicoativas em fim de linha, que está abrangida pelo Programa de Substituição Opiácea de Baixo Limiar de Exigência (PSOBLE) e pelo Programa de Troca de Seringas. No primeiro semestre deste ano, o projeto Novas Metas acompanhou 135 pessoas: 16 integraram o PSOBLE; 88 eram consumidoras de substâncias psicoativas, na sua maioria álcool, que se encontravam em situação de sem-abrigo e/ou marginalidade social; 31 pessoas foram identificadas pela equipa de rua ou sinalizadas pela rede social. O apoio prestado aos toxicodependentes envolve um acompanhamento a nível social e de saúde. Ao nível social, de uma forma integrada, é dado apoio relativamente à alimentação, higiene, lavandaria, procura de habitação, saúde, procura de emprego e/ou formação, apoio no requerimento de Rendimento Social de Inserção, Pensão Social de Invalidez e/ou Velhice. Na área da saúde, em articulação com a Unidade Local de Saúde de Matosinhos, são realizados rastreios às diversas infeções associadas ao consumo de substâncias psicoativas, nomeadamente VIH/SIDA, tuberculose, hepatites, entre outras. No que diz respeito à prevenção, foi criada a plataforma on-line Metas Comunica (http://mc.adeima.pt), onde é disponibilizada informação sobre todo o tipo de substâncias psicoativas e dependências, formas de consumo de menor risco, canais de ajuda, entre outros. A plataforma, com 1148 registos até ao momento, permite entrar num chat e falar com um técnico da equipa especializado, que responderá a questões e dúvidas, e procederá, em caso de necessidade, ao encaminhamento para outras estruturas de apoio. Ainda em matéria de prevenção, a ADEIMA e a autarquia têm vindo a implementar junto de crianças, jovens e famílias de contextos vulneráveis, projetos de intervenção comunitária como uma aposta clara na manutenção de estratégias preventivas e potenciadoras de estilo de vida saudável e processos de desenvolvimento ajustados.

Σχόλια


bottom of page