top of page

Pingo Doce é o primeiro retalhista sem intensificadores de sabor e corantes artificiais

O Pingo Doce acaba de completar o processo de eliminação de todos os intensificadores de sabor e corantes artificiais da totalidade dos seus produtos alimentares de Marca Própria, tornando-se o primeiro e único retalhista no país a apresentar um sortido isento destes aditivos sem que isso influencie o sabor e o preço de venda. Deste modo, o Pingo Doce passa a contar com um total de 1354 produtos alimentares sem intensificadores de sabor e sem corantes artificiais



Este marco é o resultado de um forte empenho do Pingo Doce na promoção da saúde através da alimentação, com o objetivo de disponibilizar aos clientes produtos que sejam nutricionalmente mais equilibrados e o mais naturais e saudáveis possível, sem nunca descurar o sabor.

“Definimos este ambicioso compromisso há já vários anos e hoje, com muito orgulho, podemos comunicar que somos o primeiro retalhista em Portugal a oferecer aos seus clientes um sortido alimentar de qualidade acrescida, totalmente isento de intensificadores de sabor e corantes artificiais. Sendo a nossa Marca Própria tão valorizada pelos consumidores e um fator distintivo da nossa proposta de valor, este é, sem dúvida, um marco na história do Pingo Doce. Estamos diariamente em casa de milhares de famílias que confiam na nossa marca e, por isso, melhorar o perfil nutricional dos nossos produtos significa ter um impacto direto e real na qualidade da alimentação e na saúde dos consumidores que escolhem Pingo Doce”, afirma Isabel Ferreira Pinto, Diretora-geral do Pingo Doce.

Desde 2007 que o Pingo Doce tem vindo a trabalhar na eliminação de intensificadores de sabor e de corantes artificiais dos produtos alimentares de Marca Própria, um processo que envolveu o compromisso e dedicação dos fornecedores e das equipas de qualidade e nutrição do Pingo Doce e que passou, por exemplo, pela substituição progressiva de corantes artificiais por alternativas naturais, à base de fruta ou vegetais, entre outros.

A reformulação de produtos é um processo complexo e moroso. Em muitos casos, o principal desafio consistiu na identificação e incorporação dos ingredientes naturais que assegurassem em pleno a substituição do elemento retirado, sem comprometer o sabor e a textura. Apenas com este rigor foi possível garantir que o resultado sensorial do produto é o melhor do mercado, como, aliás, exigem sempre os padrões do Pingo Doce. Merecem destaque produtos presentes nos hábitos alimentares dos portugueses como os caldos de culinária ou as batatas fritas, cujas reformulações foram projetos com elevado grau de complexidade, mas que permitem ao Pingo Doce ter esta oferta única no mercado.

Recorde-se que o Pingo Doce foi também pioneiro em Portugal ao certificar o processo de desenvolvimento dos seus produtos, em 2007.

bottom of page