Ponte móvel de Matosinhos fecha hoje durante duas semanas


A ponte móvel de Leixões, em Matosinhos, no distrito do Porto, vai fechar hoje, a partir das 14:00, devido a obras de manutenção com duração prevista de duas semanas, de acordo com o Porto de Leixões.

"A Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) informa que vai encerrar a Ponte Móvel de Leixões, a partir das 14:00 do dia 20 de junho de 2022 [hoje], a fim de proceder a trabalhos de manutenção num cilindro, pelo prazo estimado de duas semanas", pode ler-se numa nota de imprensa divulgada na semana passada pela administração portuária.

A ponte móvel, construída em 2007, será alvo de "trabalhos de manutenção preventiva", segundo a APDL, pois "necessita de manutenção periódica tendo em conta as suas características e recorrente utilização", justifica a empresa presidida por Nuno Araújo.

Durante o decorrer dos trabalhos, "como medida mitigadora, a APDL assegurará gratuitamente o transporte de transeuntes entre Matosinhos e Leça da Palmeira, sendo o trânsito automóvel direcionado para o viaduto da Autoestrada 28".

A empresa explica que "o transporte entre as margens será assegurado por autocarros fretados pela APDL para o efeito, que contemplam o transporte de bicicletas e equipamentos similares".

O serviço de autocarros operará durante 24 horas, "de 10 em 10 minutos durante o dia (das 07:00 às 22:00) e de 20 em 20 minutos durante a noite (das 22:00 às 07:00)".

"As paragens situam-se, em Matosinhos, no acesso nascente à Ponte Móvel (junto à paragem da Resende) e, em Leça da Palmeira, por baixo da Ponte (junto à paragem dos STCP)", segundo a APDL.A ponte móvel de Leixões, em Matosinhos, no distrito do Porto, vai fechar hoje, a partir das 14:00, devido a obras de manutenção com duração prevista de duas semanas, de acordo com o Porto de Leixões.

"A Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) informa que vai encerrar a Ponte Móvel de Leixões, a partir das 14:00 do dia 20 de junho de 2022 [hoje], a fim de proceder a trabalhos de manutenção num cilindro, pelo prazo estimado de duas semanas", pode ler-se numa nota de imprensa divulgada na semana passada pela administração portuária.

A ponte móvel, construída em 2007, será alvo de "trabalhos de manutenção preventiva", segundo a APDL, pois "necessita de manutenção periódica tendo em conta as suas características e recorrente utilização", justifica a empresa presidida por Nuno Araújo.

Durante o decorrer dos trabalhos, "como medida mitigadora, a APDL assegurará gratuitamente o transporte de transeuntes entre Matosinhos e Leça da Palmeira, sendo o trânsito automóvel direcionado para o viaduto da Autoestrada 28".

A empresa explica que "o transporte entre as margens será assegurado por autocarros fretados pela APDL para o efeito, que contemplam o transporte de bicicletas e equipamentos similares".

O serviço de autocarros operará durante 24 horas, "de 10 em 10 minutos durante o dia (das 07:00 às 22:00) e de 20 em 20 minutos durante a noite (das 22:00 às 07:00)".



"As paragens situam-se, em Matosinhos, no acesso nascente à Ponte Móvel (junto à paragem da Resende) e, em Leça da Palmeira, por baixo da Ponte (junto à paragem dos STCP)", segundo a APDL.