Programa Bairros Saudáveis

16 projetos implementados em Matosinhos


8 mil pessoas da comunidade de Matosinhos envolvidas no Programa Nacional Bairros Saudáveis. Trata-se de um programa cujo objetivo é promover a melhoria das condições de saúde, bem-estar e qualidade de vida da população, atuando nas áreas da saúde, social, económica, urbanística e ambiental. De Matosinhos, foram apresentadas 30 candidaturas, envolvendo MatosinhosHabit, associações, coletividades, grupos informais de moradores/as, Câmara Municipal de Matosinhos e Unidade Local de Saúde de Matosinhos. 16 projetos foram aprovados, representando um total de financiamento de 597.427€. Foram eles: “Bairros sem Bullying” da Associação Plano i, “(Com)vida S. Gens História do meu Bairro” do Grupo Desportivo Recreativo e Cultural Alto de Avilhó, “Conservar Afetos Femininos” da Associação Agir pelo Planeta, “Eu, tu e nós…Somos Seixo” da Associação Atletas De Força De Portugal – O mais forte, “Incentivar a Partilha na Cruz de Pau” da Associação Incentivar a Partilha, “Mãos à Ópera” da Associação Cultural Aventuras do Costume, “Matosinhos à volta da mesa” da Associação para o Desenvolvimento Integrado de Matosinhos, “O Bairro está in(clusivo)” da Associação para a Promoção da Investigação em Design e Arte - (esad—idea), “O2 Oportunidades para Tod@s” da Associação para a Educação de Segunda Oportunidade (AE20), “Os Leixões das Memórias” da Associação Aventura com Carisma, “Ribeiras + Inclusiva” da Associação para o Desenvolvimento e Mobilização Social – DEMOS, “Safe - Saúde, Arte, Formação, Educação” da Associação para o Planeamento da Família, “Seashore Angeiras” da Associação Mútua dos Armadores de Pesca de Angeiras, “Stayaway Cancro” da Associação de Apoio a Pessoas com Cancro, “Viver com Diabetes” da Associação Protetora dos Diabéticos Portugal e “100Limites” da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Leça do Balio. Os projetos tiveram o seu início no último trimestre do ano passado, estando a decorrer iniciativas até ao próximo mês de outubro. Até à data, participaram nos projetos cerca de oito mil pessoas e mais de 80 parcerias foram estabelecidas. Dos 16 projetos, três já concluíram as suas ações. O projeto “(Com)vida S. Gens. Histórias do meu Bairro” culminou com a produção de cinco curtos documentários que retratam histórias de vida dos habitantes do Conjunto Habitacional de S. Gens em todas as suas fases. Os documentos estão em exibição em vários festivais mundiais, tendo recebido várias distinções, menções honrosas e nomeações em diversas categorias. Já o projeto “Mãos à Ópera” envolveu a comunidade residente nos Conjuntos Habitacionais da Guarda I, II e Antigo. Depois de participar em vários workshops e oficinas, a população criou um espetáculo musical que que foi apresentado publicamente. Por fim, o “Bairro está in(clusivo)”, que envolveu os estudantes de mestrado em Design de Interiores da Escola Superior de Artes e Design, os residentes no território da Cruz de Pau e crianças e jovens do Agrupamento de Escolas de Matosinhos. Participaram em workshops de fotografia, produção e animação gráfica de pranchas de surf, arte urbana, bem como na construção de quatro estruturas de lazer e pintura de mural. Os restantes 13 projetos dos “Bairros Saudáveis” ainda se encontram em execução.