Resíduos transformados em arte

“Xicogaivota” cria peça escultórica no Mercado de Matosinhos


De resíduos recolhidos, sobretudo de plástico, quer nas praias do concelho quer nos mercados municipais, nasceu uma instalação artística da autoria de Ricardo Ramos, mais conhecido a nível artístico como “Xicogaivota”.

Marceneiro entalhador, com formação na Fundação Ricardo Espírito Santo, Ricardo Ramos tem desenvolvido atividade enquanto artista 3D, conciliando com a prática de pescador e mariscador profissional. Em maio de 2017, criou a marca “Xicogaivota”, resultado da proximidade diária com o mar e o contacto com a realidade da poluição que está presente nos sítios mais recônditos como praias e zonas não concessionadas e de difícil acesso.

A peça escultórica pode ser apreciada no Mercado Municipal de Matosinhos. A conclusão deste trabalho foi assinalada hoje, Dia Mundial dos Oceanos pela Presidente da Câmara, Luísa Salgueiro, e pela Vereadora do Desenvolvimento Económico, Comércio e Turismo, Marta Pontes.

A instalação artística insere-se no evento “Se eu fosse mar”, que decorreu de 6 de maio a 8 de junho, e que foi cofinanciado pelo Programa Operacional Mar 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas.

Com este evento, a Câmara Municipal de Matosinhos pretendeu promover a economia circular junto de operadores, clientes e comunidade em geral, através da partilha de processos e práticas de produção e de consumo responsáveis e de soluções de reutilização e reconversão de materiais no dia a dia.