top of page

Venda de carros elétricos bate novo recorde face ao ano passado

As vendas de carros elétricos bateram um novo recorde em 2022, aumentando 28% face a 2021, com mais de 1,1 milhões de veículos vendidos, segundo dados divulgados esta quarta-feira pela Associação Europeia de Fabricantes de Automóveis (ACEA)



Apesar do recorde de quota de mercado na União Europeia em 2022, a evolução das vendas tem abrandado ligeiramente.

Os carros movidos a bateria representaram 12,1% das vendas de carros novos ao longo do ano, face aos 9,1% em 2021 e 1,9% em 2019.

Os híbridos não recarregáveis (diesel ou gasolina) também continuam a conquistar o mercado (+8,6%) e já representam 22,6% das vendas, com 2.089.653 carros vendidos.

As vendas de híbridos 'plug-in', viaturas equipadas com motor de combustão e pequeno motor elétrico recarregável numa tomada ou terminal, também subiram, com 874.182 viaturas vendidas (+1,2%).

No total, os automóveis eletrificados (híbridos e 100% elétricos) ultrapassaram as vendas de automóveis a gasolina desde o final de 2021: estes representaram 36,4% das vendas no ano de 2022 (-12,8%), com cerca de 3,3 milhões de viaturas vendidas).

A ACEA estimou na terça-feira que as vendas de automóveis na União Europeia cresçam 5% em 2023 em termos homólogos, para 9,8 milhões, mas ainda abaixo dos valores anteriores à pandemia da covid-19.

"Apesar das muitas incertezas que se avizinham, o mercado deverá começar a recuperar em 2023", afirmou a diretora-geral da ACEA, Sigrid de Vries, em conferência de imprensa citada pela agência France-Presse (AFP), registando que em 2022 as vendas foram 9,3 milhões de unidades -- 10,4% abaixo que em 2021 e o valor mais baixo em 30 anos.

Comentarios


bottom of page