85 milhões de euros para habitação

Construção e requalificação de 1500 casas.


A Estratégia Local de Habitação, que a Câmara Municipal e a MatosinhosHabit delinearam, prevê um investimento de 85 milhões de euros na construção e requalificação de habitação social, arrendamento apoiado e programa municipal de apoio ao arrendamento, até 2026. A Estratégia Local de Habitação visa promover a coesão social, atrair e fixar residentes, qualificar o parque habitacional municipal, promover a qualificação e a coesão territorial e consolidar o modelo territorial municipal. Além da reabilitação de 400 habitações sociais municipais devolutas para novos realojamentos ao abrigo do regime de arrendamento apoiado, serão construídas 384 novas habitações, distribuídas por cinco conjuntos habitacionais, em diferentes locais do município, para atribuição em regime de arrendamento apoiado. O município prevê também a aquisição e reabilitação de prédios destinados a 105 habitações sociais (Flor do Infesta), para realojamento ao abrigo do regime de arrendamento apoiado, e ainda a reabilitação de cinco conjuntos habitacionais municipais, num total de 600 habitações abrangidas (Recarei, Custió, Ponte do Carro, Seixo II e Chouso). A estratégia municipal envolve ainda a reabilitação de 48 habitações, distribuídas por três conjuntos habitacionais não municipais, e de outras soluções habitacionais específicas (sem abrigo, violência doméstica, autonomização de jovens) que perfazem um total de 109 agregados abrangidos.