top of page

BOOST, o evento totalmente dedicado ao turismo, já está a decorrer

Matosinhos debate o futuro do setor através das lentes da transição verde e digital


“Depois de dois anos de dificuldades com a pandemia, 2022 foi um ano extraordinário para o setor do turismo. Batemos todos os recordes, mas precisamos de melhor turismo”, afirmou Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal, na sessão de abertura de “BOOST, Building Better Tourism”, um evento totalmente dedicado ao potencial do turismo verde e ao crescimento da tecnologia no setor. Organizado pelo Nest - Centro de Inovação do Turismo e com o apoio da Câmara Municipal de Matosinhos, este evento reúne, no Terminal de Cruzeiros, entre hoje e amanhã, mais de 50 oradores nacionais e internacionais, 15 startups de vários países e cerca de 200 participantes. A importância da transformação digital no turismo e os desafios de conciliar o crescimento contínuo com a sustentabilidade e a responsabilidade social são os temas em debate. O Município de Matosinhos é parceiro do “BOOST Innovation”, um novo programa de inovação internacional de scale up do Nest em colaboração com a Organização Mundial do Turismo. Matosinhos será o local de testagem de inúmeros projetos-piloto, com o objetivo de uma futura aplicação global. A presidente da autarquia, Luísa Salgueiro, salientou que, nos últimos anos, o turismo em Matosinhos cresceu significativamente, dando os exemplos do turismo gastronómico à volta do melhor peixe do mundo, do turismo desportivo associado a modalidades como o surf, do turismo religioso e espiritual (caminhos de Santiago) e do turismo de eventos. A edil defende “um turismo mais sustentável, de forma a proteger os que aqui vivem e os aqui trabalham”. Tendo como objetivo reduzir em 85% as emissões de carbono até 2030, antecipando, assim, a meta de descarbonização prevista para 2050, o município está a adotar novas medidas nas áreas da energia, transportes, indústria, resíduos e solo, como o incentivo à investigação e inovação para a sustentabilidade na indústria, a promoção de uma economia industrial hipocarbónica, a gestão do uso do solo, a promoção do transporte suave, a sensibilização para a reciclagem e redução de resíduos, entre muitas outras. Também o secretário de Estado do Turismo, Nuno Fazenda, sublinhou a necessidade de “pensar e discutir o futuro do turismo, tornando-o mais verde, mais digital e melhor”. Segundo o governante, o turismo representa 20% do total das exportações de serviços. “O turismo é um setor de excelência e, depois de dois anos de pandemia, é um setor de resiliência”, acrescentou. Na conferência, marcaram também presença a presidente da Assembleia Municipal de Matosinhos, Palmira Macedo, a vereadora do Desenvolvimento Económico, Turismo e Comércio da Câmara de Matosinhos, Marta Pontes, e o vereador do Desporto, Vasco Pinho.

Comments


bottom of page