top of page

Câmara diz que incêndio no navio Greta K não afetou praias de Matosinhos

A presidente da Câmara Municipal de Matosinhos revelou esta quarta-feira, dia 19 de abril, que o incêndio a bordo do navio Greta K, a 21 de março, ao largo de Leixões, não teve qualquer impacto nas praias deste concelho do distrito do Porto



"Não houve impacto nenhum nas nossas praias", disse Luísa Salgueiro durante a reunião pública do executivo municipal, que decorreu ontem em Leça da Palmeira, depois de questionada sobre o assunto pelo vereador independente António Parada.

O navio Greta K partiu na terça-feira a reboque rumo ao estaleiro em Génova, na Itália, depois de um incêndio a bordo a 21 de março, informou ontem a Administração dos Portos de Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL).

A 21 de março, pelas 15.20, o navio carregado de 14 mil toneladas de combustível preparava a entrada no Porto de Leixões, em Matosinhos, quando declarou incêndio a bordo, nomeadamente na casa da máquina.

O Porto de Leixões ativou de imediato o Plano de Emergência, reunindo o Centro de Coordenação de Operações (CCO) da APDL que passou a coordenar todas as ações no mar e em terra.

As tripulações, quer das lanchas quer dos rebocadores, permaneceram a bordo dia e noite, até à entrega do navio ao rebocador externo, o que veio a ocorrer na tarde de 26 de março.

O navio tinha 19 tripulantes a bordo, todos de nacionalidade filipina.

Comments


bottom of page