Caminho Marítimo de Santiago

Embarcações, atracadas em Matosinhos, prosseguem viagem


Já partiram de Matosinhos, em direção a Viana do Castelo, as cerca de 20 embarcações, nacionais e internacionais, que participam no primeiro cruzeiro inaugural do Caminho Marítimo de Santiago.

Trata-se de um novo projeto da UPSTREAM Portugal e Fórum Oceano, no âmbito da Rede Nacional das Estações Náuticas de Portugal. O objetivo é reforçar a visibilidade internacional dos itinerários portugueses dos Caminhos de Santiago e fortalecer, simultaneamente, a sinergia entre os percursos terrestres e marítimos.

O primeiro “Caminho Marítimo de Santiago” pretende recriar, parte da viagem da “Barca de Pedra” que, segundo reza a lenda, no primeiro milénio, transportou o corpo do Santo Peregrino desde a Palestina, até a Galiza.

O Caminho Náutico será realizado num total de 17 dias e é composto por nove etapas, com início em Vila Real de Santo António, e paragens nos portos de Vilamoura, Lagos, Sines, Cascais, Peniche/Nazaré, Ria de Aveiro, Matosinhos e Viana do Castelo. O percurso continua em direção a Baiona, terminando no porto de Vila Garcia de Arousa, na Galiza (Espanha), local a partir do qual os passageiros terão de completar o percurso a pé até Santiago de Compostela.

As embarcações estiveram atracadas no Porto de Leixões de 6 a 8 de junho, entre as quais a Caravela Vera Cruz. Construída no ano 2000, no âmbito da comemoração dos 500 anos do Descobrimento do Brasil, a Caravela Vera Cruz é uma réplica exata das antigas caravelas portuguesas. Ontem, no feriado municipal, foram permitidas visitas à embarcação.

Esta manhã, a saída das embarcações foi testemunhada pela Presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Luísa Salgueiro, e pelo Vereador do Desporto, Vasco Pinho.

A data prevista da conclusão desta viagem é o dia 13 de junho e enquadra-se na celebração do Jacobeo 2021-2022.