Workshop sobre cidades costeiras sustentáveis

Matosinhos presente no Ciclo “Economia Azul 2022: Desafios e Oportunidades para Portugal”



O papel das cidades costeiras na promoção da Economia Azul sustentável esteve em debate no CeiiA, em Matosinhos, num workshop que contou com a participação da Presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Luísa Salgueiro, e da Vereadora do Desenvolvimento Económico, Marta Pontes.

Matosinhos acolhe um dos cinco workshops do ciclo “Economia Azul 2022: Desafios e Oportunidades para Portugal”. Organizado por BBVA e CoLAB+ Atlantic, este evento pretende promover o diálogo entre diversos atores da economia do mar portuguesa – empresas, academia e governantes – para alavancar o seu desenvolvimento com base na sustentabilidade e inovação.

Energias Renováveis Oceânicas, Descarbonização, Digitalização e Circularidade Azul, o Mar e os Sistemas Alimentares Sustentáveis, Cidades Costeiras Sustentáveis e Desafios da Economia Azul Integrada são os temas em destaque.

Do ciclo resultará um manifesto com recomendações e ações específicas para apoiar o crescimento da Economia Azul em Portugal. Este documento será apresentado na Conferência dos Oceanos que a Organização das Nações Unidas irá promover em Portugal, em junho. A cidade de Matosinhos será palco, no dia 25 de junho, do evento especial “Localizing Action for the Ocean: Local and Regional Governments”, que constitui uma oportunidade para os governos locais e regionais partilharem as suas experiências e boas práticas no cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, e apresentarem os seus projetos e compromissos no que respeita à proteção dos oceanos.

No que diz respeito ao combate às alterações climáticas e à redução de riscos de catástrofes, Luísa Salgueiro abordou o trabalho de identificação, monitorização e avaliação dos riscos que afetam o território como o galgamento costeiro e as inundações urbanas, por parte da Proteção Civil em articulação com outros serviços municipais, e a definição dos pontos mais vulneráveis, a população exposta a esses riscos e os planos de evacuação.

No âmbito da campanha das Nações Unidades “Construindo Cidades Resilientes 2030”, o município de Matosinhos candidatou-te ao projeto “Resilience Hubs”, assumindo o compromisso de agir perante os riscos de catástrofes e das alterações climáticas.

Luísa Salgueiro falou também do BluAct, um programa de apoio ao crescimento da economia do mar, que já vai na sua segunda edição, e que procura ideias de negócio inovadoras, sobretudo intensivas em conhecimento e tecnologia, e com impacto significativo na Economia do Mar.