top of page

Academia do Alertinha

Preparar gerações futuras para os riscos e ameaças naturais


Proteger-se debaixo de mesas, encostar-se aos cantos das salas, afastar-se de objetos ou mobiliário que possam cair são algumas das recomendações que crianças e jovens aprendem num exercício de simulação de sismos na Academia do Alertinha. Localizado no Parque de Manhufe, é um espaço vocacionado para as crianças e para a comunidade escolar, complementando a atividade curricular. A Academia do Alertinha está focada na vertente interativa de experiências dos riscos quotidianos em diversos ambientes, como a casa, a praia, a floresta, os sismos, as alterações climáticas e a segurança rodoviária, entre outros. Cuidados a ter na praia, perigos na cozinha, como circular em segurança, cuidados a ter com uma fogueira, perigos na passagem de nível, nas entradas e saídas do metro, são algumas das áreas em destaque num circuito que as crianças e jovens percorrem numa espécie de jogo de computador com várias etapas. Com a Academia do Alertinha, a Câmara Municipal de Matosinhos pretende fomentar a aprendizagem e desenvolvimento de uma cultura de segurança para uma cidadania ativa, dotando a futura geração de competências na área da segurança envolvendo toda a comunidade educativa. Matosinhos, recorde-se, foi a primeira cidade portuguesa a ser distinguida como Resilience Hub da Organização das Nações Unidas. O município, conforme lembrou hoje a presidente da autarquia, assumiu o compromisso de agir perante os riscos de catástrofes e das alterações climáticas, nomeadamente através da identificação, monitorização e avaliação dos riscos que afetam o território como o galgamento costeiro e as inundações urbanas, por parte da Proteção Civil em articulação com outros serviços municipais, e a definição dos pontos mais vulneráveis, da população exposta a esses riscos e dos planos de evacuação. “Queremos criar uma comunidade mais resiliente, mais preparada para responder aos riscos. Vocês são todos embaixadores da resiliência”, disse Luísa Salgueiro, dirigindo-se às crianças que esta manhã visitaram a Academia do Alertinha. Depois de inaugurar o espaço, o ministro da Administração Interna considerou como “emblemática” a Academia do Alertinha, acrescentado que se trata de um projeto “inspirador para o resto do país”. “Matosinhos está mais preparado para enfrentar os riscos e ameaças naturais, como sismos e fogos florestais, e os problemas relacionados com a segurança rodoviária, quer no presente quer no futuro”, salientou José Luís Carneiro.

Comentários


bottom of page