top of page

Candidata a Cidade Europeia do Desporto

Comité de avaliação da candidatura de visita a Matosinhos


Os membros do Comité de Avaliação da candidatura de Matosinhos a Cidade Europeia do Desporto em 2025 foram recebidos, no passado dia 4 de outubro, no Edifício dos Paços do Concelho. A atribuição do título - Cidade Europeia do Desporto - é levada a cabo pela Associação das Capitais e Cidades Europeias do Desporto (ACES- Europa). A candidatura de Matosinhos conta com o apoio da Associação Portuguesa das Cidades Europeias do Desporto (ACES- Portugal). O anúncio do vencedor está previsto para este mês. A comitiva, liderada pelo presidente da ACES Europe, Gian Francesco Lupattelli, foi presenteada, no exterior, com uma atividade de Rope Skipping, com a participação de 600 alunos dos agrupamentos de escolas de Matosinhos e Professor Óscar Lopes. Seguiu-se a cerimónia oficial, já no Salão Nobre dos Paços do Concelho, de entrega do dossier de candidatura. A presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Luísa Salgueiro, deu a conhecer a realidade do território que gere, nomeadamente do ponto de vista económico, demográfico, social, cultural, ambiental, educativo e desportivo. Cerca de 30% da população residente do concelho (mais de 50.000 pessoas) pratica pelo menos uma atividade desportiva regular, seja formal e competitiva, seja informal e não competitiva, e em diversos ambientes como as escolas, piscinas e ginásios municipais, clubes e instituições desportivas, academias e ginásios privados, praias, passadiços, marginais, praças e jardins. Matosinhos conta com 115 coletividades e mais de 10 mil atletas federados, em 45 modalidades. Além do apoio à prática desportiva em todas as faixas etárias, incluindo o desporto adaptado e inclusivo, o município, nos últimos quatro anos (incluindo os da pandemia), organizou, apoiou e recebeu mais de 1.000 eventos desportivos, entre os quais mais de 700 atividades viradas para o desporto informal e para os cidadãos, na maioria gratuitas. A candidatura de Matosinhos pretende, como tal, universalizar, ainda mais, a prática do desporto. Em 2025, estão previstos cerca de mil eventos, com a participação estimada de cerca de 200 mil pessoas, em várias modalidades. O presidente da ACES Europe, Gian Francesco Lupattelli, destacou a importância do “desporto não de campeões, mas de saúde”, envolvendo sobretudo os mais novos e os idosos. Já o presidente da ACES- Portugal, Nuno Santos, recordou o trabalho iniciado há dois anos de preparação da candidatura de Matosinhos, a par de Vila Nova de Famalicão: “Chegamos à grande final. São duas cidades fortes. Uma delas ficará pelo caminho. Vencerá a melhor candidatura que representará Portugal na Europa. Portugal ganhou cinco vezes o prémio de melhor Cidade Europeia do Desporto. Nos próximos dias, queremos ver o melhor de Matosinhos. Boa sorte”.

Comentários


bottom of page