top of page

Casa do Design passa a fazer parte da RPAC

Aderiu oficialmente à Rede Portuguesa de Arte Contemporânea


A Casa do Design, equipamento cultural do município de Matosinhos, localizado nos Paços do Concelho, aderiu oficialmente à Rede Portuguesa de Arte Contemporânea (RPAC), no âmbito da candidatura que a Câmara Municipal de Matosinhos submeteu à primeira fase deste projeto, criado em Resolução de Conselho de Ministros, em 2021. A RPAC é uma plataforma de referência na dinamização e valorização da arte contemporânea portuguesa, transversal a todo o território nacional, de adesão voluntária e que tem como objetivo de congregar o universo de diferentes tipologias de entidades de arte contemporânea, dispersas territorialmente, com atividade predominante nas áreas das artes visuais e cruzamento disciplinar, mapeando e estabelecendo sinergias entre espaços expositivos, colecionadores, programadores, curadores e artistas. Relativamente à Casa do Design, o parecer positivo distingue este equipamento cultural, cuja missão se inscreve na promoção de atividades de valorização e dinamização da arte contemporânea, assegurando um acesso público regular, atividades de mediação de públicos e uma programação cultural própria. A entidade garante que a sua atividade principal não é de natureza lucrativa, que dispõe de um orçamento de funcionamento, das condições técnicas necessárias à produção de exposições e salvaguarda de património, assim como detém um espaço adequado à sua respetiva tipologia, dimensão, capacidade técnica e estratégia programática, cumprindo os critérios de segurança, acolhimento e acessibilidade exigidos. Concretizando a aposta da Câmara Municipal de Matosinhos em assumir o Design como meio estratégico para o desenvolvimento da cidade, com o objetivo de requalificar a cidade em si, os seus espaços públicos e a sua relação com os seus habitantes, mas também como meio de reposicionar a imagem de Matosinhos a nível nacional e internacional, a Casa do Design abriu portas a 30 de junho de 2016 como um espaço central de exposição, divulgação e produção crítica de conhecimento em design com um particular enfoque no design português. A Casa do Design tem vindo a reforçar a sua matriz programática, centrada em exposições que suscitem reflexão e debate sobre a cultura do design contemporâneo ou, noutra perspetiva, que investiguem, recolham e preservem conhecimento histórico ligado à evolução do design nas suas diversas áreas, documentando diferentes triangulações entre design, indústria e sociedade. O projeto resulta de uma parceria entre a Câmara Municipal de Matosinhos e a esad—idea, Investigação em Design e Arte (o centro de investigação da ESAD — Escola Superior de Artes e Design) e pretende consolidar-se através de uma abertura a diferentes áreas, temas e públicos, bem como pela recetividade a novas propostas e futuros parceiros, de forma a reforçar a dimensão de um espaço que se quer de abrangência e relevância nacional e internacional. A Casa do Design possui uma estratégia programática que privilegia a investigação histórica e contemporânea sobre o design português, orientada para exposições que exploram triangulações entre design, sociedade e indústria, com uma preocupação de formação de novos públicos, consolidação de serviço educativo e aposta na publicação, assentando em três principais eixos estratégicos: Programação e Edição; Atividades Paralelas e Serviço Educativo; Criação de conteúdos digitais e comunicação. A adesão à RPAC consolida todo o trabalho desenvolvido até então, e vem reforçar o posicionamento de referência que a Casa do Design tem vindo a desenvolver desde a sua criação.

bottom of page