Circuito de Cicloturismo

Iniciativa inserida na Semana Europeia da Mobilidade


No âmbito das atividades programadas na “Semana Europeia da Mobilidade 2022”, o município de Matosinhos levou a cabo no passado domingo uma ação de sensibilização dos utentes da via pública sobre as vantagens dos modos ativos de transporte nas deslocações diárias em contexto urbano. Tirando partido de alguns dos percursos cicláveis existentes no centro da cidade de Matosinhos, pretendeu-se demonstrar a viabilidade de outros modos de locomoção (para além do automóvel), mais saudáveis e sem impacto na pegada de carbono coletiva. O vice-presidente da Câmara de Matosinhos, Carlos Mouta, associou-se à iniciativa e liderou o percurso efetuado, com um total de 5,25Km e que teve início no Jardim Basílio Teles, em frente ao edifício dos paços do concelho. A partir daqui os participantes, nos quais se incluiram membros de associações ligadas ao ciclismo e ao BTT, seguiram pelos seguintes arruamentos: Primeiro de Maio; Goa; Alfredo Cunha; Misericórdia; Silva Cunha; Praça Guilhermina Suggia; Av. Eng.º Duarte Pacheco; Largo José dos Santos Lessa; Conde São Salvador; Brito Capelo; Av. República; Av. General Norton de Matos; Sousa Aroso; Passeio da Praia; Dr. Afonso Cordeiro; Estrada da Circunvalação; e Praça Cidade do Salvador, terminando o itinerário junto da “Anémona”. Para além dos percursos cicláveis associados a atividades de lazer, esta iniciativa pretendeu ainda contribuir para demonstrar que o futuro da mobilidade nas cidades passará pela implementação de medidas que facilitem e tornem atrativos outros modos de transporte mais amigos do ambiente, igualando oportunidades de acesso ao espaço da via pública atualmente dominado pelos veículos motorizados. Refira-se, a este propósito, as medidas constantes do Plano de Mobilidade e Transportes de Matosinhos, este último integrado no documento mais abrangente de ordenamento territorial – o Plano Diretor Municipal -, com as quais o município pretende aumentar significativamente o número de percursos cicláveis, de modo a criar uma rede que potencie a utilização da bicicleta nas deslocações diárias nos locais do concelho com maior densidade de população e de equipamentos de interesse público.