Congresso “Portugal Empresarial”

Desafios da Indústria e da Sustentabilidade em Debate


O “Portugal Empresarial”, congresso promovido pela AEP – Associação Empresarial de Portugal, com o apoio da Câmara Municipal de Matosinhos, decorreu na sexta-feira, na Exponor, fomentando o debate de temas direcionados para os desafios da indústria e da sustentabilidade, com o desígnio da competitividade de Portugal como foco prioritário. Tendo por base as propostas apresentadas pela AEP, designadamente para a reindustrialização, o certame abrangeu a discussão de políticas públicas, demografia, as transições digital, climática e energética, a inovação e a competitividade. Inserido na programação do “Mês das Empresas”, iniciativa promovida pela Câmara de Matosinhos de 14 de setembro a 14 de outubro com várias ações que visam dinamizar o setor empresarial, o evento contou com mais de 250 congressistas e os participantes dos diferentes painéis, oriundos das empresas, das universidades, decisores públicos e privados, debateram até ao final da tarde a sua visão sobre as tendências e o futuro. A abertura do congresso coube ao presidente da AEP, Luís Miguel Ribeiro, e à presidente da Câmara de Matosinhos, Luísa Salgueiro. Luisa Salgueiro começou por revelar o gosto particular sentido pelo regresso ao auditório da Exponor para mais um grande evento da AEP. A Presidente de Câmara realçou o papel da Exponor, o maior recinto de feiras e congressos em Portugal. “A Exponor é um símbolo que projeta a nossa economia e as nossas empresas”, afirmou. “É um palco fundamental para a nossa economia. É a casa da nossa economia, a casa das nossas empresas”. Luisa Salgueiro falou sobre o desafio multidimensional para o país, em geral, e Matosinhos, em particular, ao enfrentar a crise pandémica, a guerra na Ucrânia, os elevados níveis de inflação e taxas de juro, entre muitos outros indicadores, referindo-se ao posicionamento de Matosinhos com uma rede privilegiada de ligações, bons acessos viários e rodoviários, o 2º maior aeroporto do país, a boa relação com as cidades da Frente Atlântica do Porto e Gaia, bem como com a Póvoa de Varzim e Vila do Conde ou os seus parceiros da Galiza. A presidente da autarquia referiu-se ainda a vários projetos desenvolvidos ou em desenvolvimento que marcam a posição de destaque de Matosinhos na zona norte, desde logo o envolvimento no processo de descarbonização do concelho e nos múltiplos projetos ligados à sustentabilidade ambiental e à economia do mar, a adesão ao pacto de autarcas e à rede Bluact, as agendas mobilizadoras, mas também a proteção dos setores tradicionais e, em simultâneo, a promoção de novas indústrias e empresas, valorizando e protegendo a sustentabilidade ambiental do município, a criação do gabinete de apoio ao investidor para facilitar a relação das empresas com o município, entre muitos outros. “As adversidades são muitas, os ventos impensáveis, as marés imprevisíveis”, sublinhou Luisa Salgueiro. Queremos estar ao lado de parceiros como a AEP, as empresas e os seu associados. Queremos ser facilitadores de desenvolvimento. Contem connosco”, rematou. Seguiu-se a intervenção de Paulo Portas sobre as perspetivas do cenário geopolítico em mudança. Ao longo da tarde dois painéis abordaram os temas “Desafio da Reindustrialização: Competitividade – Inovação – Produtividade”; e “o Desafio da Sustentabilidade: Economia Circular – Transição Energética – Demografia”. José Manuel Félix Ribeiro também promoveu a reflexão em torno do tema “sustentabilidade: mudança de paradigma económico e social”. A sessão de encerramento ficou a cargo de Francisco Assis, Presidente do CES, Elisa Ferreira, Comissária Europeia para a Coesão e Reformas e António Costa Silva, Ministro da Economia e do Mar. O Congresso culminou com cocktail, jantar e entrega de prémios a empresários e empresas com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. Mais informações sobre o “Mês das Empresas” em Matosinhos em https://www.cm-matosinhos.pt/servicos-municipais/apoio-as-atividades-economicas-e-investidor/mes-das-empresas-be-matosinhos