top of page

Curso de Cuidadores Informais

3.ª edição da ação de formação vai permitir reforçar equipa de cuidadores informais


Já começou a 3.ª edição do curso de cuidadores informais que permitirá reforçar a atual equipa de cuidadores do projeto “Bolsa de Cuidadores”, uma iniciativa da Câmara Municipal de Matosinhos (CMM) inserida no Plano Municipal da Saúde de Matosinhos. Alcançar uma saúde melhor e mais justa, adaptada às diferentes realidades, uma “Saúde para Tod@s”, foi o ponto de partida para a construção do Plano Municipal da Saúde de Matosinhos, apresentado em 2018, e que teve como base o conhecimento da realidade, mais concretamente o Perfil da Saúde de Matosinhos. Um Plano orientado para a promoção da saúde e prevenção da doença, que ilustra também a importância de promover os cuidados na comunidade, nomeadamente, de promover medidas de apoio à Pessoa Cuidadora Informal. O projeto “Bolsa de Cuidadores” implementado pela Câmara de Matosinhos desde 2020 surgiu da tomada de consciência da necessidade de proporcionar apoio às pessoas cuidadoras informais, cientes de que a sua qualidade de vida é, frequentemente, descrita como menor, comparativamente à da população em geral. Este serviço disponibiliza, gratuitamente, pessoas com perfil e competências adequadas – cuidadoras externas, para permitir à Pessoa Cuidadora Informal pausas na função de cuidar, para que possa dedicar-se a qualquer outra atividade que constitua um benefício pessoal, ou mero descanso. A ação de formação iniciada ontem, 28 de novembro, na Casa da Juventude de Matosinhos, contou com a presença do vice-presidente da Câmara de Matosinhos e responsável pela área da intervenção social e saúde, Carlos Mouta. A ação é promovida pela Câmara Municipal de Matosinhos, o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) e a Unidade Local de Saúde de Matosinhos (ULSM), destina-se a pessoas com idade igual ou superior a 18 anos, desempregados inscritos no centro de emprego, no mínimo com o 9º ano de escolaridade, e tem como objetivo aumentar as competências profissionais de pessoas em situação de desemprego, inscritas no Centro de Emprego de Matosinhos, numa área de trabalho com perspetivas de integração, nomeadamente, no âmbito do recrutamento e seleção de pessoas para constituição e alargamento da “Bolsa de Cuidadores/as”. A formação já iniciada tem como entidade formadora a ULSM e compreende um referencial de formação próprio, de 571 horas, incluindo componente teórica (175h) e prática (396h de formação prática em contexto de trabalho - ULSM). Refira-se que o projeto “Bolsa de Cuidadores” surgiu em 2020, disponibilizando, para o apoio aos Cuidadores Informais, seis Cuidadoras Externas, com perfil e qualificações adequadas, para que os Cuidadores Informais possam dedicar-se a qualquer outra atividade que constitua um benefício pessoal e/ou descanso. Este projeto não pretende substituir o Cuidador Informal nem os serviços prestados pela rede de IPSSs local. Os cuidados são disponibilizados no domicílio durante os dias úteis, entre as 8:00h e as 20:00h, num máximo de até 4 horas semanais (4h/dia, de modo seguido, ou 2 vezes por semana, por períodos mínimos de 2 h/dia) e sem ultrapassar as 20 horas/mês. Entre janeiro de 2020 e junho de 2022, a Bolsa de Cuidadores abrangeu 42 famílias. Foram realizados neste período 3328 domicílios e prestadas 10 070 horas de pausa. Atualmente 21 famílias mantêm este serviço. A operacionalização do projeto propriamente dito é feita em parceria com a “ADEIMA - Associação para o Desenvolvimento Integrado de Matosinhos”, que também garante a avaliação regular de resultados de implementação, permitindo perspetivar a sua continuidade introduzindo ações de melhoria.

Opmerkingen


bottom of page