Empresa de “software” de Matosinhos adota semana de quatro dias e meio

A B6, em Matosinhos, trabalha apenas quatro dias e meio por semana



A expressão de bem-estar estampada no rosto dos trabalhadores é visível, tal como no do diretor, adianta a Renascença, que visitou a unidade.

A B6, empresa de “software” localizada em Matosinhos, foi uma das primeiras, em Portugal, a adotar a redução da semana de trabalho. Desde aí, os funcionários sentem-se “mais motivados e concentrados” .

Na B6, vigora uma semana de trabalho com menos cinco horas do que é habitual no nosso país, ou seja, trabalha-se o total de 35 horas por semana. A diferença é que antes os trabalhadores cumpriam o horário, de segunda a sexta, entre as 9h00 e as 18h00, “com uma hora de almoço mais prolongada”. Desde outubro de 2021, reajustou-se o horário de forma a que fosse mais benéfico para todos.

O diretor, Manuel Padilha, explica em declarações à Renascença que, em outubro do ano passado, quando findou o regime de teletrabalho, em consequência da pandemia, optou-se por “reorganizar e libertar a tarde de sexta-feira em permanência”.

Quanto aos vencimentos, Manuel Padilha explica que nada foi alterado.