Escolas de Matosinhos sem amianto

Empreitada orçada em cerca de 500 mil euros beneficia cerca de 3 mil alunos


No próximo ano letivo, nenhuma escola da rede pública de Matosinhos apresentará amianto nas suas instalações. De forma a melhorar as condições de segurança e saúde dos estabelecimentos de ensino, a Câmara Municipal de Matosinhos, no âmbito da candidatura a financiamento europeu prevista no Programa Operacional Regional do Norte 2020 para a remoção de fibrocimento nos edifícios escolares, garantiu a eliminação de materiais com amianto na sua composição presentes em escolas da rede pública do concelho. A empreitada custou cerca de 500 mil euros e ficará concluída nas próximas semanas com a conclusão dos trabalhos nas Escolas Secundárias da Boa Nova e Abel Salazar. Outros sete estabelecimentos de ensino foram alvo de intervenção, num total de 9200 m² de coberturas substituídas, beneficiando cerca de 3000 alunos.