top of page

Festa da Poesia terminou

Várias formas de arte celebraram a poesia nesta 17ª edição


A 17ª edição da Festa da Poesia chegou ao fim. Celebrada para assinalar o dia do nascimento de Florbela Espanca, a 8 de dezembro de 1894, e também a data da sua morte, em Matosinhos, no dia 8 de dezembro de 1930, a Festa da Poesia deste ano recebeu um elenco de primeira linha ligado à poesia e às artes. Sérgio Godinho, Inês Pedrosa, Carlos Magno, Rosa Alice Branco, Minês Castanheira, Rui Lage, Vasco Gato, Pedro Eiras e Claudia Lucas Chéu foram alguns dos nomes que marcaram estes três dias de Festa da Poesia. Hoje foram vários os momentos altos do dia. Carlos Magno, Rui Lage, Ana Folhadela e Sérgio Almeida estiveram à conversa sobre a poesia e o poeta Manuel António Pina na sessão intitulada «O poema de pernas para o ar: evocação de Manuel António Pina». Sérgio Godinho, poeta, autor e compositor também marcou presença nesta edição. Com Sérgio Almeida, conversou sobre o tema «Palavras são imagens são palavras – a poesia em Sérgio Godinho». Os convidados Inês Pedrosa, Claudia Lucas Chéu e Pedro Eiras relembraram e projetaram as Novas Cartas Portuguesas, a obra seminal do feminismo em Portugal, na mesa de debate que aconteceu também durante a tarde. O artista multifacetado Pedro Piaf encerrou a 17ª edição da Festa da Poesia com a performance poética «Se não escrevesse, era capaz de ser infeliz», a partir da obra poética de Manuel António Pina.

bottom of page