top of page

Jovens cientistas portugueses entre os melhores do mundo

O projeto HidroQapa visa a produção de bioplástico impermeabilizante produzido a partir de desperdícios de casca de camarão, que valeu o quarto lugar na categoria de Química.


Os jovens cientistas portugueses estiveram em destaque na Feira Regeneron ISEF – International Science and Engineering Fair 2024, realizada em Los Angeles, nos Estados Unidos da América, onde conquistaram dois prémios de grande relevância.

Madalena Filipe, Frederico Mauritty e Jéssica Nunes, alunos do Colégio Valsassina em Lisboa, desenvolveram o projeto HidroQapa, conquistou o quarto lugar na categoria de Química, um feito notável no maior concurso de jovens cientistas e engenheiros do mundo.

O projeto foi orientado pelo professor João Carlos Gomes, e visa a produção de um bioplástico impermeabilizante a partir de quitosano extraído de desperdícios de casca de camarão, promovendo a economia azul e circular.

Os jovens cientistas também receberam um prémio da empresa Mary Kay Inc., que atribui bolsas de estudo e oportunidades de aprendizagem STEM.

Para além do prémio na categoria de Química, os jovens cientistas portugueses receberam o prémio especial da empresa Mary Kay Inc., que atribui bolsas de estudo e oportunidades de aprendizagem STEM. Este duplo reconhecimento reforça o potencial e a relevância do projeto HidroQapa, abrindo portas para o desenvolvimento futuro da investigação e inovação nesta área.

A conquista da medalha de ouro na Mostra Nacional de Ciência 2023, organizada pela Fundação da Juventude, permitiu a seleção do grupo para representar Portugal na Feira Regeneron ISEF 2024.

Até 25 de maio, o Centro de Congressos da Alfândega do Porto recebe Mostra Nacional de Ciência 2024, que contará com mais de 330 jovens cientistas. Nesta edição, estão em disputa cerca 100 mil euros em prémios, que para além de prémios monetários inclui experiências únicas e possibilidade de representar Portugal em concursos de ciência pelo mundo.

Comments


bottom of page