top of page

Moradores de Matosinhos indignados com tiros e sexo na rua

São vários os moradores e comerciantes da Rua Sousa Aroso, em Matosinhos, que se queixam de um clima de insegurança que tomou conta daquela artéria


Foto: Porto Canal

O motivo é um espaço de eventos onde, aos fins de semana, decorrem festas que, segundo denunciam, envolvem álcool, drogas e até mesmo sexo na via pública.

O desfecho é sempre o mesmo: “agressões constantes e tiros”, contaram os moradores ao JN, referindo que a situação se arrasta desde o início do ano.

A Câmara de Matosinhos reconhece o problema e a presidente disse, em reunião do Executivo, que “nunca tinha visto uma situação destas”, falando na “prática de atos sexuais criminosos”. Ao JN, a PSP referiu que se encontra “atenta e a trabalhar em conjunto com a Câmara para a resolução da situação de modo a garantir o sentimento de segurança e tranquilidade públicas”.

“Estamos a falar de tiros, sexo dentro dos carros que estacionam mesmo aqui na rua e de inúmeras agressões. Precisamos que nos ajudem a resolver isto”, referiu um comerciante da zona.

Quem está por trás do estabelecimento em questão, que abriu há mais de um ano, é Tiago Amorim, que arrendou a fração em função do seu negócio de aluguer de espaços para eventos e festas. Ao JN, o responsável afirmou desconhecer por completo as atividades ilegais, como o sexo na via pública. Contudo, o dono do espaço está a par das idas constantes da Polícia ao local, pelo que já se dirigiu à Câmara para tentar esclarecer e resolver a situação.

bottom of page