Porto sem carros

Autarquia vai interditar a circulação automóvel no centro histórico



A Câmara Municipal do Porto quer ver o centro histórico com uma nova dinâmica, ou seja, sem carros. O vereador da autarquia, Pedro Baganha, anunciou esta quinta-feira, 9 de setembro, que pretende colocar em prática o projeto de pedonalização desta zona da cidade até ao final do ano.

“O plano está elaborado. Estamos a ver qual a melhor altura para o apresentar, mas certamente que será até ao final deste ano. Provavelmente, primeiro, em sede autárquica e depois divulgado publicamente”, disse o vereador. O plano específico de pedonalização do centro histórico abrange a zona que é Património Mundial da UNESCO desde 1996.

“Apesar de ser um projeto que perspetiva ações futuras, a verdade é que nós já estamos a atuar, designadamente com as Zonas de Acesso Automóvel Condicionado [ZAAC], que já estão implementadas, em grande medida, naquele território”, disse. Por já existirem as ZAAC, agora só falta tratar da “reabilitação do centro histórico e da racionalidade de uma rede estritamente pedonal”.

A interdição da circulação automóvel em determinadas zonas é uma das medidas para salvaguardar e valorizar o património, atrair residentes, promover a sustentabilidade e melhorar a acessibilidade na cidade nortenha.