top of page

Portuense vai correr 13 dias pela costa portuguesa para apoiar o IPO-Porto

Um jovem portuense, licenciado em Educação Física e Desporto, desafiou-se a correr 1.054 quilómetros, durante 13 dias, pela costa continental portuguesa, para angariar fundos a favor do Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto



Pedro Nuno Costa vai partir de Caminha, município pertencente ao distrito de Viana do Castelo, a 22 de agosto e chegará a Vila Real de Santo António, em Faro, no dia 3 de setembro.

Em 13 dias de corrida, o atleta conta fazer “uma média diária de 81 quilómetros, ou seja, a distância de quase duas maratonas”, passando (e descansando) em Vila do Conde, Furadouro, S. Pedro de Moel, Peniche, Ericeira, Trafaria, Setúbal, Porto Côvo, Aljezur, Alvor, Quinta do Lago e, por fim, Vila Real de Santo António, lê-se no comunicado enviado à VIVA!.

A etapa mais curta liga S. Pedro de Moel a Peniche e perfaz um total de 67 quilómetros, enquanto o troço mais longo será feito entre Setúbal e Porto Côvo, com mais de 95 quilómetros. De forma a “fugir às temperaturas mais elevadas do início da tarde”, Pedro Nuno Costa começará as corridas por volta das 05h00 da manhã.

Segundo adianta, o jovem, que se encontra, atualmente, a frequentar um MBA em Gestão Desportiva, terá encontrado inspiração para este desafio depois de, ter abandonado a prática de remo, por força de uma lesão, e ter conhecimento da história de um australiano que percorreu 800 quilómetros em oito dias para angariar dinheiro para as vítimas do tsunami de 2004.

“Conto fazer o percurso maioritariamente sozinho. Mas, desde cedo, seis amigos demonstraram interesse em prestar algum apoio nas questões logísticas e em correrem ao meu lado em certos trechos, mais complicados”, sublinha Pedro Nuno Costa, que conta já com alguns apoios e patrocínios, nomeadamente uma equipa de profissionais multidisciplinares.

O desafio de Pedro Nuno Costa pode ser conhecido, em detalhe, na página oficial do evento.

留言


bottom of page