top of page

Projeto “O mar que nos une”

Jornada de trabalho nos dias 26 e 27 de setembro junta Matosinhos e Vilagarcia de Arousa


Matosinhos recebe nos dias 26 e 27 de setembro uma comitiva do município espanhol de Vilagarcia de Arousa, liderada pelo alcaide Alberto Varela, também presidente da Federação Galega de Municípios e Províncias (FEGAMP), para um encontro no âmbito do projeto “O Mar que nos Une”. A iniciativa, com financiamento aprovado recentemente pela Comissão Europeia, e que conta com o apoio do Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial (AECT) da Eurorregião Galicia - Norte de Portugal, no âmbito da convocatória do programa CERV (Cidadãos, Igualdade, Direitos e Valores), tem como objetivo a reaproximação destes municípios através de um programa conjunto de atividades nas áreas da economia do mar, do turismo e da sua relação com o Caminho de Santiago, da gastronomia, da cultura e da colaboração empresarial que se vão realizar hoje e amanhã, em Matosinhos, com a participação de várias instituições, associações, empresas e cidadãos de ambos os municípios. “O Mar que nos Une” arrancou hoje, no Salão Nobre dos Paços do concelho, com a sessão de abertura e boas-vindas, a cargo da presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Luísa Salgueiro, e do alcaide de Vilagarcía de Arousa, Alberto Varela Paz. A jornada de trabalho começou com a passagem de dois vídeos promocionais de ambos os municípios avançando, de seguida, para as intervenções. O alcaide de Vilagarcia começou por agradecer a hospitalidade matosinhense, relembrando o “vínculo muito especial” estabelecido com Matosinhos já há muitos anos, iniciado com base numa relação entre os seus clubes, o Arousa e o Leixões, que levou a que se estreitassem posteriormente os laços entre os dois municípios. “Temos muita coisa em comum”, salientou Alberto Varela Paz. “Cultura, tradição, modernidade, gastronomia, estratégia empresarial, gastronomia e o ‘mar que nos une’, completou. Após algum tempo de interregno e de “arrefecimento” das relações queremos agora relançar os nossos vínculos com Matosinhos, “potenciar laços e intercambiar experiências”, assumiu. Já a presidente da Câmara de Matosinhos voltou atrás no tempo para recordar que foi em 1959 que foi estabelecido entre Matosinhos e Vilagarcia de Arousa um protocolo de geminação. A relação entre os dois clubes, Leixões e Arousa, levou a um estreitamento de laços que depois se consubstanciou também em ações e políticas de juventude comuns”, referiu. “Queremos agora retomar as relações com Arousa. Temos muita identidade comum. Não é por acaso que o projeto se chama ‘o mar que nos une’, pois temos uma relação natural, histórica e económica com o mar comum às duas cidades”, continuou. “Matosinhos é uma cidade aberta ao mundo. Estamos muito entusiasmados por retomar esta relação e poder trabalhar com Vilagarcia. Acreditamos na cooperação territorial e nas suas mais valias. Apostamos na solidariedade e parceria, na estimulação de sinergias e no reconhecimento recíproco”. Sejam bem-vindos a Matosinhos. Vamos trabalhar em conjunto, rematou Luísa Salgueiro. Seguiu-se um workshop sobre “cooperação municipal e cívica/dos cidadãos dentro da estratégia da cooperação transfronteiriça europeia e entre a Galiza e o Norte de Portugal” com a participação do vereador da cultura da autarquia, Fernando Rocha, da conselheira de promoção Económica, Alba Briones Gamarra, e do sub-diretor do AECT, GNP, Xosé Lago. Marcaram ainda presença da parte da Câmara de Matosinhos o vice-presidente, Carlos Mouta, a vereadora do Ambiente, Manuela Álvares, e a vereadora do Desenvolvimento Económico, Comércio e Turismo, Marta Pontes. Pela tarde, o painel “Turismo e Atividades Económicas”, trará a debate as estratégias municipais para o desenvolvimento económico, o desenvolvimento do turismo local e dos seus agentes económicos e a promoção dos territórios e ações futuras, no âmbito do Plano Estratégico conjunto que se encontra em desenvolvimento. Fernando Rocha acompanhará ainda a comitiva de Vilagarcia numa visita a alguns dos locais mais emblemáticos de Matosinhos, de que são exemplo, a Piscina das Marés, a Casa da Arquitectura e a Igreja do Senhor de Matosinhos. O primeiro dia de trabalhos culminará com um painel dedicado às associações e empresas. Refira-se, aliás, que esta é mais uma iniciativa inserida no “Mês das Empresas” desenvolvida em Matosinhos até 14 de outubro com o objetivo de divulgar e dinamizar os setores económico e empresarial do concelho. Ver programa completo aqui: https://www.cm-matosinhos.pt/servicos-municipais/apoio-as-atividades-economicas-e-investidor/mes-das-empresas-be-matosinhos O segundo dia, 27 de setembro, ficará marcado pela sessão de encerramento e pela assinatura de uma adenda ao acordo de geminação entre Matosinhos e Vilagarcía de Arousa, assinado em 1959, introduzindo-lhe novas vertentes de cooperação. A cerimónia decorrerá amanhã na Sala dos Espelhos do MuMMa – Museu da Memória de Matosinhos. Neste dia, em que se assinala também o Dia Mundial do Turismo, a comitiva espanhola terá ainda a oportunidade de visitar mais dois locais emblemáticos do concelho: o MuMMa e a Fábrica de Conservas Ramirez.

Comments


bottom of page