top of page

UNESCO e CEiiA criam Summer School em Matosinhos

Alunos de todo o mundo procuram soluções no âmbito da economia azul


De 10 a 14 de julho, Matosinhos acolhe a primeira edição em Portugal do Summer School, organizado pela Comissão Oceanográfica Intergovernamental da UNESCO. Este projeto, desenvolvido com o apoio do CEiiA e da Câmara Municipal de Matosinhos, visa promover melhores formas de colaboração em projetos internacionais relacionados com o oceano, no contexto da Coalizão Europeia para Literacia do Oceano (EU4Ocean) e no âmbito da Década das Nações Unidas das Ciências do Oceano para o Desenvolvimento Sustentável (2021-2030). A sessão de abertura, ontem, no CEiiA, contou com a participação da secretária de Estado das Pescas, Teresa Coelho, da vereadora do Desenvolvimento Económico, Comércio e Turismo da autarquia, Marta Pontes, e da representante da Comissão Oceanográfica Intergovernamental da UNESCO, Francesca Santoro. Ao longo da semana, especialistas internacionais irão partilhar conhecimento e debater com alunos de mestrado, doutoramento e pós-graduação de todo o mundo soluções para os vários desafios ligados à economia azul, tais como a forma de tornar o conhecimento técnico específico acessível a toda a população, modelos de colaboração globais com diferentes cidades que, tal como Matosinhos, partilham uma ligação ancestral ao oceano, a presença da economia azul nos currículos educativos em todas as etapas de formação e a mudança de comportamento do consumidor que leva a uma diminuição do consumo de algumas das espécies tradicionais de pesca. Durante o Summer School, o grupo de participantes irá percorrer inúmeras instituições do Município para conhecer a realidade, partilhar conhecimento e boas práticas e acrescentar valor ao território.

bottom of page