top of page

Portos Portugueses na Breakbulk Europe 2024

 

A APDL será uma dos presentes na Breakbulk Europe 2024, que será no Rotterdam Ahoy, em Roterdão, de 21  a 23 de maio. Pela primeira vez a APP, Associação de Portos de Portugal, e os principais Portos Portugueses unem esforços para marcar presença na cerimónia.



A participação conjunta da APP e dos Portos Portugueses irá destacar a importância estratégica de Portugal, consolidando a sua posição como hub logístico global.

Os Portos de Viana do Castelo, Leixões, Aveiro, Figueira da Foz, Lisboa, Setúbal e Sines vão promover a excelência logística de Portugal e explorar novas oportunidades de negócios, num ambiente internacional altamente competitivo, que visa fortalecer redes, atrair investimentos e impulsionar a competitividade da economia portuguesa.

Sendo assim, a APP conta com a participação e o apoio institucional da APAT - Associação dos Transitários de Portugal, da AGEPOR – Associação dos Agentes de Navegação de Portugal, das Comunidades Portuárias de Viana do Castelo, Leixões, Aveiro, Figueira da Foz, Lisboa, Setúbal e Sines, e com a participação do GRUPO ETE, MIND 4 Logistics, Grupo NOGAR Logística, IBERO LINHAS Transportes, ZALDESA, YILPORT, Alkion, Foztráfego, GALP, Operfoz e Prio, que contribuem para enriquecer ainda mais a presença dos portos portugueses neste evento de destaque.

No dia 22 de maio pelas 12h00, terá lugar no stand da APP um “Networking dos Portos de Portugal” com o apoio da AICEP Portugal Global – Agência para o investimento e Comércio Externo de Portugal - que proporcionará uma oportunidade única de estabelecer conexões e ligações valiosas e explorar oportunidades de negócio.

A Breakbulk Europe é um dos maiores eventos de logística, transporte de carga e comércio internacional, que reúne profissionais de mais de 120 países, tornando-se uma excelente oportunidade para promover os portos nacionais e as suas potencialidades, criando sinergias entre parceiros e destacando o compromisso dos Portos Portugueses com a sustentabilidade, a eficiência e a inovação.

Comments


bottom of page